Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Vereador Araújo solicita compra emergencial de exames de ressonância magnética

Vereador Araújo solicita compra emergencial de exames de ressonância magnética

Na sessão desta segunda-feira, 4,, o vereador Claudemir de Araújo (PTB), encaminhou pedido de providência ao Poder Executivo, solicitando agilidade no atendimento de pacientes que necessitam de ressonância magnética em nosso município, que muitas vezes aguardam mais de seis meses para realizar o exame.


Na oportunidade Araújo enfatizou que o exame de ressonância magnética é usado na análise de doenças cardíacas, abdominais, cervicais, neurológicas e ortopédicas, ou seja, é de extrema importância para diagnóstico de doenças e encaminhamento para cirurgias, das quais muitas vezes depende a vida do paciente. “Dada a alta qualidade de imagem e a possibilidade de detectar doenças em todas as regiões do corpo, o exame serve para identificar inúmeros problemas. É possível acompanhar tumores, cistos e cânceres, mas também observar lesões em diversas regiões do corpo, como na coluna, articulações, joelhos e ombros. Inclusive, é um exame bastante utilizado no diagnóstico de doenças neurológicas, como Alzheimer, e também no diagnóstico de pacientes neurodivergentes, como autistas. O fato do exame ser indolor e pouco invasivo também auxilia na detecção de câncer de próstata e, em mulheres, pode identificar endometriose e miomas”.


O vereador destacou que em nosso município, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, existem cerca de 500 pacientes aguardando pelo procedimento, sendo que atualmente estão chamando para realização do exame aqueles encaminhados no mês de setembro de 2021, ou seja, uma espera angustiante de seis meses. Muitas vezes tendo que conviver diariamente com a dor ou com a incerteza do diagnóstico. “Nós como legisladores, precisamos nos colocar no lugar destes erechinenses que sofrem. Pessoas que não tem condições financeiras de arcar com o custo do exame nas clínicas particulares, que podem chegar a R$900,00. Pessoas que já poderiam estar sendo encaminhadas para cirurgia ou tratamento, mas que ainda aguardam pelo diagnóstico”.


Araújo ressaltou ainda que muitas pessoas estão afastadas do trabalho por doença ou lesão que os impede de exercer a profissão. “Ocorre que dependendo do motivo do afastamento, no momento da perícia junto ao INSS é exigida a apresentação de ressonância magnética atualizada, para renovação do benefício, ou então para comprovar que o paciente pode retornar às atividades laborais. Sem o exame em mãos muitos pais e mães de família estão ficando sem proventos. Dada a importância do assunto, solicitamos ao Poder Público a aquisição em caráter emergencial de exames de ressonância magnética, quer seja em nosso município ou cidades vizinhas que dispõe do equipamento para realizá-los”.

registrado em: