Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Frente Regional em Defesa da Saúde Pública faz sua primeira reunião após formação

Frente Regional em Defesa da Saúde Pública faz sua primeira reunião após formação

         Entre as presenças, o prefeito de Jacutinga, Gelsi Luiz Lodéa, Adão Albuquerque da assessoria de Gilmar Sossella, Sandra Mari Soares, presidente do COSEMS, Ivomar Bulau, do Hospital de Jacutinga, Andressa Battisti do Legislativo de Campinas do Sul, Laurita Toniallo do Sindicato da Saúde de Erechim, Glauber Feldens do Legislativo de Gaurama, Secretaria de Saúde de Getúlio Vargas e Erval Grande, Augustino Sinski, prefeito de Erval Grande, Lenir de Conto do ACHA de Aratiba, além do secretário de Saúde de Getúlio Vargas e representantes do Hospital Santa Isabel.

        A Frente, que foi montada por sugestão da vereadora de Campinas do Sul, Andressa Battisti, tem como principal objetivo analisar alternativas e apresentar propostas para superar a crise no setor, gerada principalmente pela falta de repasses do governo do Estado às instituições hospitalares. Deverá desempenhar ações de médio e longo prazo.

         Na reunião desta terça foram estabelecidas algumas metas que serão colocadas em prática a partir de agora, visto que na próxima semana deverá ocorrer uma reunião com os 15 prefeitos dos municípios que possuem hospitais na região do Alto Uruguai, juntamente com a atual direção da 11 Coordenadoria Regional de Saúde, momento em que serão estabelecidos vários pontos, como a formação de uma auditoria, como a luta pelo não fechamento de hospitais na região. Um levantamento de dados junto a AMAU em busca de alternativas com relação ao tema.

 Outro ponto de extrema importância, é com relação ao repasse de valores aos hospitais através do Governo do Estado, como ocorria normalmente para que as situações sejam amenizadas e que saiam da crise atual que vem preocupando as administrações municipais e a população em geral.

Todas as propostas elencadas na reunião com a Coordenadoria deverão ser oficiadas e levadas, por uma comitiva, à capital do Estado onde, com o aporte dos deputados que fazem parte da mesma, serão entregues ao governador Sartori.

   Em sua manifestação, Fernando Barp alertou da necessidade da preocupação, de todos, com relação aos hospitais do interior e as redes de saúde, pois se houver o fechamento de algum, os problemas de atendimento cairão sobre a Fundação Hospitalar Santa Terezinha, aumentando ainda mais a sua responsabilidade e manutenção. “Temos que trabalhar, juntos, com a AMAU, em defesa da rede da saúde e dos hospitais dos municípios”.