Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Clarice Moraes pede melhorias em local de acidente na BR 153

Clarice Moraes pede melhorias em local de acidente na BR 153

O recentemente acidente envolvendo uma moto e uma carreta no entroncamento na BR - 153, próximo a empresa Olfar e o Parque da ACCIE, que fez uma vítima fatal, repercutiu na comunidade e nas empresas próximas do local. Na Câmara Municipal também, fato que fez a vereadora Clarice Moraes – PMDB solicitar providências junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes– DNIT, cobrando obras que dêem mais segurança ao tráfego naquele ponto da rodovia. 

Em ofício a este órgão federal, a vereadora solicita que seja realizado estudo de viabilidade para implantação de separador de pistas e melhorias na sinalização no entroncamento interseção com a RS480, acesso pela Av. Caldas Júnior, próximo à empresa OLFAR e ao Parque da ACCIE. 

A solicitação foi remetida para o supervisor do DNIT – Unidade de Vacaria, Adalberto Jurach, na semana passada, depois da visita realizada pela vereadora à direção da empresa Olfar e outras que ficam às margens da BR. 

 “Esta não foi a primeira vez, infelizmente e situação preocupa principalmente quem trafega por este trecho da rodovia diariamente para ir e vir para o trabalho. O grande fluxo de veículos neste local é comum. Aquele é um entroncamento que serve como uma das portas de entrada de nossa cidade e acesso a outros municípios, incluindo o acesso rápido aos estados de Santa Catarina e Paraná”, afirmou. 

Para a vereadora, os números crescentes de acidentes ocorridos naquele ponto são preocupantes, pois a maioria fez vítimas fatais. “Este acidente ocorrido neste mês de dezembro deixou nossos munícipes em estado de choque e revolta”, ressaltou. 

 No documento enviado ao DNIT, Clarice ressalta que esta demanda não somente sua, mas leva adiante um verdadeiro apelo dos moradores e da comunidade local, que estão extremamente preocupados com a falta de segurança à que todos estão expostos. “Na expectativa de que este seja acolhido, subscrevemo-nos com apreço e consideração, colocamo-nos a disposição para esclarecimentos se caso necessário”, finaliza.

registrado em: