Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Abril Azul: Câmara ganha iluminação especial no mês de conscientização sobre o autismo

Abril Azul: Câmara ganha iluminação especial no mês de conscientização sobre o autismo

Desde a noite da última quarta-feira (7), a Câmara Municipal de Vereadores de Erechim vestiu-se de azul em solidariedade a uma causa muito importante. A iluminação especial no prédio da Casa Legislativa tem como finalidade chamar a atenção para a necessidade de conscientização sobre o autismo, transtorno que prejudica a capacidade de comunicação e interação e atinge cerca de 70 milhões de pessoas no mundo.

Para a presidente do Poder Legislativo, Ana Oliveira (MDB), esta iniciativa visa trazer maior visibilidade sobre o autismo, possibilitando debates construtivos no sentido de sanar dúvidas e fomentar a luta contra o preconceito ainda existente na sociedade. “Precisamos valorizar as entidades que trabalham diretamente com autistas, conhecer melhor a realidade destas pessoas e de suas respectivas famílias. Como poder público, devemos estimular e ajudar a criar políticas públicas mais eficientes, para que os autistas recebam todo o devido suporte”, afirma a presidente, destacando que, ao longo do ano, a Câmara será iluminada com outras cores, de acordo com as campanhas específicas de cada mês.

Sobre o Abril Azul – Instituído em 2007 pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Dia Mundial do Autismo é celebrado anualmente em 2 de abril, mas as atividades se estendem por todo o mês. Tais ações buscam esclarecer a população sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA), uma vez que as pessoas autistas não possuem características físicas que as identifiquem, o que muitas vezes dificulta um diagnóstico preciso e precoce. A cor azul foi escolhida para simbolizar o autismo devido ao fato de que a maioria dos autistas é composta por pessoas do sexo masculino, e, ainda, por se tratar de uma cor associada à alegria e à influência da verbalização humana.